Viagem à Namíbia, Botsuana & Cataratas Vitória

Safari por algumas das paisagens mais deslumbrantes de África. Uma viagem desde o deserto até à explosão de vida nas imponentes Cataratas Vitória. Uma experiência emocionante numa das regiões mais selvagens de África.

Viagem Namibia costa dos esqueletos Viagem Namibia costa dos esqueletos
Africando

Safari Overlanding

O melhor da Namíbia e Botsuana

Uma viagem à Namíbia e Botsuana é um dos safaris mais espetaculares que se podem fazer em África. É verdadeiramente impressionante a diversidade e contraste de paisagens pelas quais passamos desde o espetacular Deserto do Namibe na costa atlântica ou o Deserto do Kalahari até ao Delta do Okavango ou as Cataratas Vitória repletas de vida à nossa volta. Pelo caminho, iremos passar por algumas das regiões mais selvagens e intocadas do continente africano onde a natureza segue o seu curso como tem feito há milhões de anos.
É uma viagem onde se vê e se sente África em todo o seu esplendor.

Porque fazer a viagem à Namíbia e Botsuana

Uma viagem à Namíbia e Botsuana que termina nas Cataratas Vitória é uma oportunidade única de conhecer várias das maiores atrações do continente africano numa só viagem. Uma viagem imperdível para quem deseja conhecer genuinamente África.

  • Destino seguro

  • Espetacularidade e diversidade de paisagens

  • Fantástico destino de vida-selvagem

  • Grande diversidade de povos e culturas

Melhor altura para a viagem à Namíbia e Botsuana

Enquanto que a Namíbia é visitável durante todo o ano, a altura recomendada para realizar uma viagem ao Botsuana é entre Abril e Outubro.

  • Jan
  • Fev
  • Mar
  • Abr
  • Mai
  • Jun
  • Jul
  • Ago
  • Set
  • Out
  • Nov
  • Dez

Pontos de Interesse

O que iremos visitar na Namíbia e Botsuana

Uma viagem por algumas das mais deslumbrantes e selvagens regiões de África. Entre muitos outros, estes são alguns dos pontos altos desta nossa viagem:

Deserto do Namibe e Sossusvlei

O Deserto do Namibe é o mais antigo do mundo e um dos lugares mais impressionantes do planeta. Dunas de areia que se estendem até ao mar num cenário espetacular. Sossusvlei é um lugar mágico como que saído de um quadro surrealista e impossível de deixar qualquer um indiferente.

Swakopmund

Fundada como cidade portuária, é hoje um dos mais bem preservados exemplos da arquitetura colonial alemã no mundo. Uma cidade que parece ter parado no tempo em pleno deserto na afamada Costa dos Esqueletos.
Um lugar com uma tranquilidade e um ambiente especial que convidamos a descobrir.

Brandberg

Estas imponentes formações rochosas que se erguem no meio do deserto são um dos lugares mais icónicos da Namíbia. Iremos percorrer a pé este lugar e visitar algumas das mais icónicas e enigmáticas pinturas rupestres de África.

Costa dos Esqueletos e Cape Cross

Esta zona da costa africana deve a sua reputação às ossadas de baleias e animais marinhos que abundam nas suas praias, bem como aos inúmeros naufrágios ao longo da costa.
Apesar de ser um lugar bastante árido de precipitação quase nula, alberga imensa vida devido à corrente fria de Benguela que traz imensos nutrientes atraindo todo o tipo de seres marinhos. Um dos exemplos é a colónia de focas em Cape Cross, um promontório rochoso na costa que deve o seu nome ao padrão português que ali foi erigido pelo marinheiro Diogo Cão em 1486.

Etosha

O Parque Nacional Etosha é um dos mais famosos e documentados parques de vida selvagem em África. É igualmente um dos mais importantes em termos de conservação no continente por apresentar características únicas que sustentam a vida a milhares de animais que aqui encontram as condições ideais para prosperar nesta região árida. O Parque estende-se em volta de uma planície de sal que se pode avistar até ao horizonte. Alguns charcos que oferecem água durante o ano inteiro atraem inúmeros animais de todas as espécies que durante a época seca percorrem centenas de quilómetros para virem aqui beber.

Delta do Okavango

O Delta do Okavango é uma das Sete Maravilhas de África. Um lugar único que não só atrai milhares de animais por causa das suas inundações sazonais mas também muitos viajantes que vêm assistir a este espetáculo da natureza.
Este lugar em pleno Deserto do Kalahari sofre uma mutação impressionante todos os anos devido às águas do Rio Cubango que nesta região se estendem pela planície, formando o maior delta interior do mundo. Estas águas que caem nos planaltos de Angola entre Janeiro e Fevereiro, chegam ao delta por volta de Março e Abril, atingindo o pico nos meses de Julho e Agosto. É nesta altura que atrai animais vindos de muitos quilómetros de distância criando uma das maiores concentrações de vida selvagem de África.

Deserto do Kalahari

Este deserto estende-se por 3 países: África do Sul, Namíbia e Botsuana. Apesar de ser uma região desértica, alguns fenómenos sazonais levam a criar fontes de água que sustentam a grande quantidade de vida selvagem, nomeadamente as conhecidas numerosas manadas de elefantes. Surpreendentemente, aqui os elefantes do deserto atingem proporções fenomenais.

Parque Nacional de Chobe

Este é o terceiro maior parque nacional do Botsuana e conhecido por albergar a maior diversidade de espécies e por ter a maior concentração de elefantes de África. Um passeio de barco pelas margens do rio Cuando é uma das mais excitantes experiências da nossa viagem.

Cataratas Vitória

As maiores cataratas de África e das mais impressionantes do mundo foram oficialmente descobertas apenas em 1855 pelo expedicionista escocês David Livingstone. Na língua local são apelidadas de fumo que troveja devido à grande nuvem de vapor de água que se levanta com o impacto ruidoso do Rio Zambeze que cai de uma altura de 120 metros. Este espetáculo é estrondosamente impressionante.

Próximas Edições

Edições Agendadas

Escolha a edição da sua viagem e faça o seu pedido de reserva.

Entraremos em contacto consigo posteriormente para acertamos a marcação da viagem.

Gostava de viajar noutra data?
Personalize a sua viagem!
2024
04 Ago - 20 Ago

Safari do deserto às Cataratas Vitória

  • 9 vagas
  • 3.620 € por pessoa
Reservar Viagem
Próxima Edição
Anunciada Brevemente
Estamos a preparar a próxima edição desta viagem.

Gostaria de viajar noutra data?

Não temos uma edição que se enquadre no seu calendário?

Temos a possibilidade de criar uma viagem à sua medida.

Data que gostaria de marcar a viagem:
Viagem Namíbia e Botsuana e Cataratas Vitória 16 dias

Itinerário da Viagem

O planeamento de cada dia da sua viagem.
  • Dia 1
    Windhoek, a capital do deserto

    O nosso primeiro dia (Domingo) é destinado a receber os viajantes em Windhoek, fazer compras e ultimar os preparativos para a viagem que temos pela frente. O líder de viagem irá fazer uma apresentação sobre os aspectos mais relevantes da viagem, uma breve explicação sobre o funcionamento do camião e esclarecer quaisquer dúvidas que possam surgir.
    Teremos ainda tempo para conhecer um pouco a pacata cidade de Windhoek ou relaxar na piscina do hotel.

    Alojamento: Hotel

  • Dia 2
    Namibe, o deserto magnífico

    O nosso primeiro dia na estrada leva-nos logo a um dos pontos altos da viagem, o Deserto do Namibe. Poucos desertos conseguem ser tão impressionantes como este, pela sua vastidão, contrastes e formações rochosas monumentais. É precisamente junto a um destes afloramentos rochosos que vamos montar o nosso primeiro acampamento, um lugar verdadeiramente encantador onde passaremos um tempo fantástico à volta da fogueira e com um churrasco pela noite dentro.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 3
    Sossusvlei, um lugar mágico

    O dia começa com uma caminhada no deserto onde vamos aprender um pouco sobre este lugar e as espécies de fauna e flora que aqui habitam. Uma experiência bastante interessante que surpreende a maior parte dos viajantes pela riqueza que este lugar, aparentemente árido, tem para oferecer.
    Após a nossa caminhada pedagógica, voltamos ao acampamento para refrescar um pouco na piscina natural entre as rochas, verdadeiramente fabulosa, e tomarmos o nosso almoço antes de seguirmos até ao nosso próximo destino: Sossusvlei.
    Este é talvez o lugar mais icónico da Namíbia. O caso não é para menos, pois tudo à sua volta e a sua história são incríveis. Chegaremos a meio da tarde ainda a tempo de dar um passeio pelo desfiladeiro de Sesriem.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 4
    Swakopmund, a cidade que parou no tempo

    Antes de seguirmos até ao nosso destino do dia, Swakopmund, iremos logo de manhã fazer uma caminhada por Sossusvlei e contemplar algumas das suas maravilhas como as maiores dunas do mundo e o lago seco de Deadvlei. Este lugar é verdadeiramente incrível pelos contrastes de cores e as suas árvores fossilizadas que mais parecem saídas de uma pintura surrealista.
    Para os mais ousados, a subida ao Big Daddy – a maior duna do mundo – é um desafio que não pode ficar por concretizar. A vista do topo recompensa seguramente o esforço.
    Depois de uma manhã inesquecível, seguimos caminho até Swakopmund, a serena cidade costeira que parou no tempo. Teremos tempo para conhecer este museu vivo de arquitectura colonial ou de simplesmente relaxar na praia ou mesmo experimentar algumas das muitas atividades radicais que aqui se pode fazer.

    Alojamento: Hotel

  • Dia 5
    Costa dos Esqueletos e Spitzkoppe, do mar ao deserto

    Seguimos ao longo da costa até Cape Cross, um promontório rochoso que rompe as infinitas dunas de areia da Costa dos Esqueletos e que serve de refúgio à maior colónia de focas da costa africana. Um espetáculo deslumbrante para os amantes de vida selvagem. Faremos a nossa paragem para almoço neste lugar icónico para os Descobrimentos Portugueses com muitas histórias para contar.
    Despois de almoço, entramos novamente pelo deserto desta vez até às impressionantes formações rochosas de Brandberg, onde iremos visitar as pinturas rupestres de White Lady . Aqui iremos montar acampamento e passar a noite.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 6
    Himba, a tribo ancestral do deserto

    Hoje o percurso é longo mas a viagem até ao Etosha é agradável. À medida que que nos aproximamos deste Parque Nacional, vemos a paisagem a mudar e a ganhar vida. O nosso destino é uma aldeia do povo Himba onde iremos pernoitar e conhecer a sua cultura, uma experiência fascinante e oportunidade única de conhecer este povo ancestral de tradições singulares que ocupa esta região há milhares de anos.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 7
    Etosha, dia de safari

    O caminho é bastante curto hoje. Montamos o nosso acampamento próximo do charco de Okaukuejo para podermos observar todo o tipo de animais que aqui se juntam para beber água. Este lugar é seguramente um dos melhores lugares para observar algumas das espécies mais simbólicas de antílopes, rinocerontes, elefantes do deserto ou mesmo leões.

    Passaremos o dia em safari elo magnífico Parque Nacional de Etosha em redor da planície de sal à procura de alguns dos animais mais icónicos de África. O Etosha é conhecido pelas concentrações de animais de todas as espécies em redor dos poucos charcos de água. Um espetáculo verdadeiramente impressionante que resulta invariavelmente nas melhores fotos de animais durante esta viagem.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 8
    Etosha, a grande planície de sal

    Hoje seguimos ao longo da planície de sal até ao próximo acampamento localizado no outro extremo do Parque. Este cenário impressionante de um horizonte infinito contrasta com a savana desértica à sua volta. À medida que vamos avançando no nosso caminho, a paisagem vai-se alterando e com ela as diferentes espécies que a povoam.
    O percurso será tranquilo e em modo safari até Namutoni onde montaremos o acampamento ao final da tarde.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 9
    Caprivi, as águas tranquilas do Rio Cubango

    Deixamos o Parque Nacional Etosha e seguimos em direção à fronteira com Angola até ao Rio Cubango. As águas deste rio que separa os dois países correm tranquilamente onde a única agitação é criada por alguns hipopótamos mais irrequietos.
    A região de Caprivi no norte da Namíbia é um lugar único, com um estatuto especial semi-autónomo regido pelas comunidades de tribos locais.

    Alojamento: Acampamento

  • Dia 10
    Okavango, o oásis sem fim

    Hoje entramos num dos lugares mais espetaculares de África, considerado uma das suas 7 Maravilhas, o Delta do Okavango. Após tantos dias a viajar por zonas desérticas, é impressionante chegar a um lugar destes.
    Iremos chegar ao nosso lodge, localizado nas margens do Rio Cubango. Aqui iremos aprender sobre este ecossistema único resultante de um fenómeno natural e a importância de ser preservado.
    Ficaremos aqui apenas uma noite de passagem pois a grande experiência no Delta do Okavango aguarda-nos um pouco mais adiante.

    Alojamento: Lodge

  • Dia 11
    Okavango, pelos canais do Delta

    O Delta do Okavango é um lugar único que proporciona refúgio a centenas de espécies diferentes que aqui residem ou afluem durante a época das águas altas. Nós iremos conhecer este lugar precisamente nessa altura quando a explosão de vida está no seu auge. E a melhor maneira de conhecer esse fenómeno e contemplar a beleza deste lugar é navegar num mokoro (as canoas tradicionais) pelos labirínticos cursos de água e lagoas até ao interior do Delta. É precisamente aqui onde ficaremos a acampar nos próximos2 dias, uma verdadeira imersão na natureza, na companhia de muitos animais que nos observam à distância.

    Alojamento: Acampamento assistido

  • Dia 12
    Okavango, as ilhas selvagens

    Este dia guarda-nos uma algo verdadeiramente inesquecível, que poucos têm o privilégio de experimentar…  Depois de termos conhecido o Delta do Okavango de canoa, hoje vamos explorá-lo de outra forma, a pé!
    As inúmeras ilhas estão repletas de vida. Ter a oportunidade de realizar uma caminhada por esta região e observar animais selvagens no seu habitat natural é uma experiência inacreditável e certamente um dos pontos altos da viagem.

    Alojamento: Acampamento assistido

  • Dia 13
    Elephant Sands, os gigantes do Kalahari

    Depois de termos explorado o Delta, voltamos a entrar pelo Kalahari em direção a Norte. Este lugar onde vamos pernoitar é conhecido por receber diariamente as grandes manadas de elefantes que ali se deslocam para saciar a sede no charco. Será um final de tarde sensacional com um pôr-do-sol deslumbrante e com muitos elefantes a compor o cenário.

    Alojamento: Camping

  • Dia 14
    Chobe, a explosão de vida do Rio Cuando

    Hoje o nosso destino é o Parque Nacional de Chobe, conhecido por ter a maior população de elefantes do mundo, cerca de 120 mil. Iremos montar o nosso acampamento nas margens do Rio Cuando, já bem próximo do Rio Zambeze e onde os 4 países se encontram: Namíbia, Botsuana, Zâmbia e Zimbabué.
    É neste rio que iremos fazer o nosso passeio de barco para explorarmos este Parque Nacional, que além dos gigantes elefantes alberga também uma riquíssima variedade de aves, um paraíso para birdwatchers.

    Alojamento: Camping

  • Dia 15
    Cataratas Vitória, o fumo que troveja

    Será uma viagem curta até ao nosso destino final, as Cataratas Vitória que na língua local têm o nome de fumo que troveja devido à nuvem de vapor de água que se eleva a centenas de metros no ar e com o impacto ruidoso do Rio Zambeze que cai de uma altura de 120 metros. A água que volta a cair na forma de precipitação cria uma floresta húmida com espécies de plantas que só podem ser encontradas a muitas centenas ou milhares de kilómetros de distância nas zonas equatoriais. Teremos a oportunidade de ver este eco-sistema único e as monumentais cataratas durante a parte da tarde.
    Ao fim do dia iremos apreciar um pôr-do-sol magnífico no nosso lodge situado nas margens do Rio Zambeze.

    Alojamento: Lodge

  • Dia 16
    Cataratas Vitória, românticas e radicais

    Hoje teremos o dia livre para poderemos explorar e conhecer as cataratas de todas as formas. O dia de hoje poderá ser passado em atividades como passeios de barco ou helicóptero, rafting ou bunjee jumping, ou simplesmente relaxar na piscina do lodge. Estas atividades não estão incluídas mas o líder poderá organizá-las para si.

    Alojamento: Lodge

  • Dia 17
    Regresso a casa

    Chegámos ao fim da nossa viagem. Foram 16 dias intensos e memoráveis com muitas histórias para contar a amigos e familiares em casa.
    Esperamos vê-lo novamente em África.
    Até breve!

O que está incluído na viagem

  • Alojamento 16 noites (6 noites em hotel/lodge, 8 noites em acampamento e 2 noites em acampamento assistido*)
    * equipa de apoio que monta acampamento e responsável por toda a logística

  • Transporte durante todo o percurso em camião 4×4

  • 16 pequenos-almoços + 13 almoços + 10 jantares

  • Acompanhamento 24h em Português durante toda a viagem. Guia exclusivo Africando com certificado FGASA e cursos de Primeiros Socorros em TSP e Wilderness First Responder.

  • Diversos guias locais.

  • Todas as entradas e taxas turísticas nos locais a visitar:
    – Parque Nacional Namib-Naukluft
    – Reserva de NamibRand
    – Sossusvlei
    – Reserva de Cape Cross
    – Brandberg e pinturas rupestres
    – Parque Nacional Etosha
    – Delta do Okavango
    – Parque Nacional de Chobe
    – Cataratas Vitória

  • As seguintes atividades:
    – Passeio no deserto do Namibe
    – Visita às dunas de Sossusvlei
    – Visita a Deadvlei
    – Visita a Solitaire
    – Passeio em Swakopmund
    – Visita à Costa dos Esqueletos
    – Visita a Cape Cross
    – Visita a aldeia Himba
    – Visita a Brandberg e pinturas rupestres
    – Safaris de 2 dias no Parque Nacional Etosha
    – Caminhada no Delta do Okavango
    – Passeio de mokoro no Delta do Okavango
    – Passeio de barco no Rio Chobe
    – Visita às Cataratas Vitória

  • Seguro de viagem

O que não está incluído na viagem

  • Voos internacionais

  • Vistos de entrada na Zâmbia ($50 USD) à entrada na fronteira

  • Testes Covid ou quaisquer outras despesas resultantes de procedimentos extraordinários de viagem relacionadas com a pandemia.

  • Atividades não incluídas no programa ou descritas como Extra | Opcional

  • Alimentação não especificada

  • Transfers de/para o aeroporto

  • Outros transportes de cariz pessoal

  • Despesas pessoais e gorjetas

Próximas Edições

Edições Agendadas

Escolha a edição da sua viagem e faça o seu pedido de reserva.

Entraremos em contacto consigo posteriormente para acertamos a marcação da viagem.

Gostava de viajar noutra data?
Personalize a sua viagem!
2024
04 Ago - 20 Ago

Safari do deserto às Cataratas Vitória

  • 9 vagas
  • 3.620 € por pessoa
Reservar Viagem
Próxima Edição
Anunciada Brevemente
Estamos a preparar a próxima edição desta viagem.

Gostaria de viajar noutra data?

Não temos uma edição que se enquadre no seu calendário?

Temos a possibilidade de criar uma viagem à sua medida.

Data que gostaria de marcar a viagem:
FAQ

Perguntas Frequentes

  • Que outras informações relevantes?

    Esta é uma viagem participativa onde todos os viajantes participam nas tarefas do dia-a-dia em viagem, desde a confeção de refeições, acender fogueira, montar acampamento, lavar loiça, etc. Todos contribuem assim para o sucesso da viagem.

  • É uma viagem sustentável?

    Nesta viagem iremos ter a oportunidade de participar em alguns projetos relacionados com conservação de vida selvagem e projetos de desenvolvimento comunitário como a Omapaha Himba Village.
    Ao longo da nossa viagem implementamos ainda uma série de práticas e conceitos de sustentabilidade com o objetivo de oferecermos uma viagem consciente, ecológica, ética e regenerativa.
    Na seleção dos nossos parceiros de alojamentos e serviços para esta viagem demos preferência aos operadores locais de menor dimensão e com maior impacto na economia local e criação de postos de trabalho locais ou àqueles que participam ou apoiam diretamente programas locais de conservação da natureza e desenvolvimento social.

    Ao viajar connosco está também a apoiar o nosso programa “Um por Todos“.

  • É possível adicionar mais alguns dias ou outros destinos?

    Sim, claro que é possível prolongar a sua estadia pré ou pós viagem e até combinar com outros destinos.
    Esta viagem combina perfeitamente com uma extensão à Cidade do Cabo ou à Garden Route na África do Sul.

    Só terá de nos comunicar com a maior antecedência possível e teremos todo o gosto em adicionar mais conteúdo à sua viagem.

  • É necessário visto para entrar nestes países?

    Os vistos para entrar na Namíbia e Botsuana são gratuitos e podem ser emitidos à entrada no país, no aeroporto ou entrada terrestre no posto fronteiriço.
    O visto para entrar na Zâmbia tem um custo de 50$ e pode ser emitido à entrada no país no posto fronteiriço.

  • É seguro viajar nestes países?

    Estes países são países bastante seguros.
    Todos os lugares que visitamos e os alojamentos incluídos no itinerário são criteriosamente escolhidos tendo em conta um conjunto de condições, nomeadamente a segurança.
    Viajar nestes destinos apresenta os riscos habituais de viajar em países em desenvolvimento.

    O líder de viagem e os guias locais com quem trabalhamos são pessoas devidamente certificadas para orientar grupos em áreas com vida-selvagem africana e com bastante experiência nos locais onde atuam.

    No 1º dia será feito um briefing com o líder de viagem para falar de todos os aspetos que merecem especial atenção.

  • É uma viagem exigente fisicamente?

    Esta viagem não apresenta desafios exigentes em termos de condição física. As caminhadas que realizamos são de curta duração, curta elevação e assegurando todas as condições de segurança.
    Não é, de todo, necessária uma grande forma física ou jovialidade para participar em todas as experiências incluídas nesta viagem.
    É, no entanto, uma viagem que pode gerar algum cansaço para algumas pessoas devido aos despertares matutinos, noites em tenda e alguns quilómetros na estrada. Por experiência, após o 3º dia toda a gente entra no ritmo.

  • Que cuidados de saúde devo ter nesta viagem?

    Recomendamos todos os viajantes a fazer a Consulta do Viajante com antecedência.
    É obrigatório levar consigo o certificado de vacinação (Boletim de Vacinas) contra a febre amarela para entrar na Zâmbia.
    A profilaxia contra a malária é normalmente recomendada porém não é obrigatória para efeitos de entradas nos países.
    O camião tem kit de primeiros socorros mas os viajantes devem trazer também o seu próprio pequeno kit, com a medicação básica necessária. Caso tome alguma medicação regular, aconselhamos a levar o necessário para toda a estadia, pois pode não ser fácil encontrar esses medicamentos nas farmácias locais.

  • Pode-se realizar esta viagem em qualquer altura do ano?

    Sim pode-se. No entanto, de um modo geral, a época das chuvas é uma altura complicada para se transitar em África devido às más condições de circulação nas estradas e às imprevisibilidades que podem surgir.
    Também durante a época das chuvas os animais tendem a dispersar devido à abundância de água e torna-se mais difícil observá-los durante os nossos safaris.

    Todas as viagens que organizamos têm como objetivo proporcionar a melhor experiência possível aos nossos viajantes. Por isso, recomendamos que certas viagens se realizem em alturas específicas do ano durante as condições ideais em cada um dos destinos escolhidos, para que verdadeiramente possam apreciar o melhor que essas regiões têm para oferecer.

  • Como é formado o grupo desta viagem?

    Qualquer pessoa se pode inscrever numa das Viagens Agendadas Africando. Estas viagens são criadas para viajantes que querem descobrir África na companhia de outros viajantes com o mesmo espírito e aproveitar os melhores preços e outras vantagens de viajar em grupo.

    Poderão inscrever-se viajantes individuais, casais, pequenos grupos, grandes grupos até um número máximo estipulado para essa viagem.
    Normalmente os grupos são muito diversificados com viajantes de várias idades.

  • Como são os alojamentos durante a viagem?

    O alojamento em camping será em tenda dupla de camas separadas, utilizando casa-de-banho partilhada, como num normal parque de campismo.
    O alojamento em hotel ou lodges será em quarto twin com casa-de-banho privada.
    Todos os viajantes irão partilhar a tenda ou quarto com outro viajante e devem fazer-se acompanhar de saco-cama próprio.

    Os viajantes que viajam em casal poderão solicitar, durante o processo de reserva, quarto duplo (1 cama de casal) em vez de twin (2 camas individuais). Sempre que possível, tentaremos satisfazer esse pedido.

    Podemos personalizar ainda mais o seu alojamento em viagem nas seguintes condições abaixo descritas:

    Em algumas noites, existe a possibilidade de fazer um upgrade e ficar alojado em quartos com casa-de-banho privada, em vez de camping. Se assim desejar, poderá solicitá-lo durante o processo de reserva. Será cobrado um valor adicional correspondente ao upgrade.

    Existe a possibilidade de realizar a viagem em regime individual. Se assim desejar, poderá solicitá-lo durante o processo de reserva. Será cobrado um valor adicional.

    Existe a possibilidade de antecipar ou prolongar a estadia. Se assim desejar, poderá solicitá-lo durante o processo de reserva. Será cobrado um valor adicional.

  • Como são as deslocações durante a viagem?

    As deslocações ao longo da viagem será maioritariamente realizado num camião 4×4, completamente equipado com material de campismo, equipamento de cozinha, mantimentos, estação de carregamento de aparelhos eletrónicos, frigorífico, congelador e depósito de água.

    Apesar do camião reunir todas as condições de segurança e conforto para este tipo de viagens, as distâncias a percorrer em África são bastante extensas e as condições das estradas são invariavelmente más. É, portanto, uma viagem desaconselhada a pessoas com problemas de costas ou outros problemas de saúde que resultem em desconforto devido a algumas horas na estrada.

    Ocasionalmente iremos usar outros veículos nalgumas ligações entre etapas.

  • Como são as refeições durante a viagem?

    Dada a natureza desta viagem que nos leva a alguns locais bastante remotos, a  grande parte das refeições serão confecionadas nos locais por onde passamos ou onde ficamos alojados. Quando possível, as refeições serão feitas em restaurante, por conta própria. Nestes dias em que as refeições não estão incluídas, sugerimos restaurantes locais com pratos típicos, que podem variar de 5 a 15 dólares.
    Conforme mencionado nos items incluídos, a maioria das refeições está incluída durante a viagem. O planeamento das refeições será comunicado diariamente durante o briefing.

    As refeições serão confecionadas tendo em conta o gosto e necessidades dietéticas específicas do grupo.
    Normalmente preparamos refeições diversificadas, rápidas e simples para o almoço quando estamos em trânsito e refeições mais elaboradas para o jantar de inspiração europeia com um toque africano, consoante os ingredientes disponíveis encontrados ao longo do caminho.

    A água potável será fornecida durante toda a viagem, pelo que recomendamos trazer uma garrafa reutilizável, assim evitamos acumular garrafas de plástico ao longo do caminho e ajudamos a reduzir nossa pegada ecológica em África. Refrigerantes, sumos, bebidas alcoólicas e aperitivos não estão incluídos, cada um poderá comprar por sua conta ao longo do caminho.

  • Como são organizados os transfers de/para o aeroporto?

    Os transfers são por conta de cada viajante, mas poderão ser organizados por nós, caso prefira. Têm um custo entre 5 a 20 dólares por trajeto, dependendo do número de pessoas que dividem o transporte.

  • Quanto dinheiro devo levar para a viagem?

    Recomendamos levar cerca de 300 dólares. Lembre-se que terá de pagar o visto à entrada na Zâmbia em dólares (50USD) e por vezes o pagamento por cartão não está disponível.

    Na Namíbia aceitam pagamentos em Dólar Namibiano e em Rands e nalguns sítios em Dólares. Os Euros dificilmente serão aceites neste país.

    No Botsuana aceitam pagamentos em Pulas e nalguns sítios em Dólares. Os Euros dificilmente serão aceites neste país.

    Na Zâmbia aceitam pagamentos em Kwachas e nalguns sítios em Dólares. Os Euros dificilmente serão aceites neste país.

    Nos pagamentos efetuados em Dólares poderá receber o troco em moeda local, que irá utilizar ao longo da viagem.

    Existem ATMs em quase todas as cidades ao longo do caminho e esta é, sem dúvida, a maneira mais fácil de obter moeda local e também a maneira mais segura para evitar ter de levar muito dinheiro em numerário. Convém recordar que sempre que fizer um levantamento, terá que pagar uma comissão ao banco. Normalmente as comissões de levantamento são bastante superiores às de pagamentos com cartão. Os principais cartões de crédito podem ser usados nos hotéis/lodges, supermercados ou restaurantes. Algumas lojas mais pequenas poderão não aceitar cartões.

  • Há alguma idade mínima ou máxima para me inscrever?

    A idade mínima para realizar esta viagem é 14 anos e devidamente acompanhado/a por, pelo menos, um dos progenitores ou um tutor responsável.
    Não existe idade máxima para realizar esta viagem. Apenas se recomenda que os participantes tenham uma razoável condição física e espírito de aventura.

Para mais informações, consulte a página de Perguntas Frequentes.
Borda do Footer
Africando 2024 © Todos os direitos reservados
Open chat
Olá,
Obrigado por contactar a Africando.
O meu nome é Pedro Quirino e irei ajudá-lo(a) a encontrar a viagem a África perfeita para si.